quarta-feira, 6 de agosto de 2008

A nova Lei Seca. Ou de como ter certeza que seu filho é gay


Alguns pensametos que eu tive hoje:

Muito interessante foi todo o debate a respeito da "nova lei seca" que coibe duramente o envolvimento do consumo de bebidas alcoólicas e a condução de um veículo. A muita divulgação nos telejornais nos mostrou como podemos ou não agir se abordados por um policial munido de um bafômetro.

Se a pessoa é abordada e o policial pede para verificar sua CNH, a pessoa é obrigada a apresentá-la e a provar que é um motorista habilitado, autorizado a conduzir a categoria de veículo na qual está. No caso de recusa, a pessoa pode ser conduzida ao DP, onde será identificada nem que seja aravés do "pianinho". A quem cabe o ônus da prova?

Se uma pessoa é abordada por um policial e convidada a fazer o teste do bafômetro, ela não é obrigada a realizá-lo, pois "ninguém é obrigado a fornecer provas contra si mesmo". Ok. Mas se o policial observar sinais manifestos de que a pessoa está embriagada, ele pode escoltá-la até o IML, onde lhe será solicitado que ela efetue uma coleta de sangue para medição de dosagem alcoólica. De novo, o motorista pode recusar-se a fornecer provas contra si mesmo. Ok. Então, mesmo à sua revelia, será convocado um perito médico do IML que atestará, pelos sinais externos, se a pessoa está de fato embriagada ou não, emitindo um laudo que terá fins de prova para a multa ou possível processo criminal a respeito do episódio.

Tb é meio que um ditado popular, a respeito de como descobrir que seu filho é gay: se fala como pato, anda como pato, e todo mundo lhe diz que ele é pato, com certeza seu filho é pato!

Pergunto a vcs: se fala como pato, anda como fato, todo mundo lhe diz que é um pato, e o suposto pato diz: "Eu não sou um pato! Vc não tem nenhuma prova!"

O que vc faz?

a-) Arma com um detetive particular um flagra na porta do motel.
b-) Se resigna diante das evidências e admite que ele é gay.
c-) Ajuda ele a manter as aparências, finge que não vê, pois afinal, ele é do seu círculo afetivo.
d-) Como vc quer saber a verdade, conversa até esgotar o assunto, afinal a mais dura verdade é melhor do que a mais leve mentira.
e-) Outra (especifique)

4 comentários:

  1. Olá, Fernanda. Aqui é a Ana. Tudo bem?

    Bem, no caso do filho gay: mantenha as 2 hipóteses e continue observando.

    Mas isso não resolve a questão do motorista bêbado. O guarda pode fazer alguma coisa, como apreender o carro momentaneamente? Pode filmar a cena?

    Poder forçar a pessoa a ir ao IML, mesmo sem tirar sangue, já tira o cara do volante por algumas horas.

    ResponderExcluir
  2. Ana, como o guarda pode levar à pessoa à delegacia ou ao IML, mesmo contra a vontade dessa (que pode incorrer em desacato à autoridade caso se recuse), não é necessário filmar, embora isso possa até ocorrer. Se a pessoa estiver claramente bêbada, isso será facilmente diagnosticado pelo médico. Pra ver que alguém tá bêbado e não pode dirigir nem precisa ser médico... :D

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. rs rs rs essa maldita lei seca só vem atrapalhando os fds :P
    + uma q eu li meu amor
    Bjus

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...